Abertura de filiais é simplificada

Abertura de filiais é simplificada

Abertura de filiais é simplificada
Portal Contábeis / Reprodução

A Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), gerida pela Receita Federal, implantou funcionalidade que passou a permitir a abertura, alteração ou baixa de filiais a partir da junta comercial da matriz.

Isso se deve ao fato da equipe econômica do ministro Paulo Guedes, através do secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro, promover a mudança no sistema, que envolve outros entes como a Receita Federal, principal gestora do Portal Redesim; o Serviço Federal de Processamento de Dados, o Serpro, responsável por criar a infraestrutura para a integração dos dados; e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Sebrae, que deu apoio financeiro e entrou com o conhecimento no processo de abertura de empresas além das Juntas Comerciais. 

Até pouco tempo, a abertura de filiais em outros estados era um processo demorado em que o empresário precisava, inicialmente, ir à Junta Comercial da matriz e fazer uma alteração contratual. Em seguida, após o pedido ser aprovado, este mesmo empresário deveria ir à Junta Comercial da cidade da filial para fazer o registro.

A partir de agora, além de evitar deslocamentos para o empresário, uma única taxa é cobrada, na circunscrição da matriz. A novidade está alinhada à diretriz governamental de reduzir a burocracia e facilitar a vida do empreendedor.

A Redesim possui mais de 83% de integração no país e permite a abertura de negócios em menos de 3 dias (média) e de alguns minutos, em muitos casos.

Na Receita Federal, a Redesim é um projeto estratégico liderado pela Coordenação-Geral de Gestão de Cadastros (Cocad) da Subsecretaria de Arrecadação Cadastros e Atendimento (Suara) em curso desde 2007.

Fonte: site RFB

Comente aqui

%d blogueiros gostam disto: